Se é pra falar em futebol arte, vamos logo para o inesquecível

“De que planeta veio Garrincha?”

Não se compara o incomparável. Não se esquece o inesquecível. Mané se mantém vivo na lembrança do torcedor e do atleta que admira e vive o futebol como arte.

O que é o talento? Onde está o segredo de tanta leveza, ousadia, dribles desconcertantes e lances memoráveis? Garrincha não jogava futebol. Ele brincava com a bola. Ele  e a bola construíram uma relação mágica. Um compreendia o outro e ambos se completavam.

“Em 50 anos de futebol, jamais apareceu um jogador como Garrincha.”

 

 

“Garrincha é um verdadeiro assombro. Não pode ser produto de nenhuma escola de futebol. É um jogador como jamais vi igual.”

 

Share Now

Related Post

Leave us a reply